Escreva o nome de um músico angolano e talvez encontre uma música nos resultados.

TokesWeb




Os meus blogues.

Dos poucos momentos que tenho por dia para estar na internet a maior parte são usados a inventar blogues.

Alguns blogues faço-os sozinho, como é o caso do blogue de música angolana o MuximAngola
que é feito com a intenção de divulgar e espalhar pelo mundo a beleza da música de Angola em mp3.



Para outros blogues chamo o guitarrista Michel Fio (Neblina, Tessa e M'Pty Head) para me ajudar, no fundo para nos passar-mos de riso com as ideias malucas que um ou outro vai tendo.

Em alguns outros blogues somos uma equipa, maior ou menor, depende, mas normalmente nestes blogues colectivos há um certo caprichar para não fazer feio, embora por vezes saiam idiotices a valer.

Em baixo alguns exemplos escolhidos de blogues feitos por mim, ou nos quais participo activamente.


MuximAngola
O lugar para partilhar músicas angolanas de todas as épocas.

Pensar e Falar Angola
Um blog colectivo em grande estilo e bastante educativo. Também com música angolana e noticiários gravados de rádios angolanas.

O Blog Realmente Aberto
Mais uma ideia que eu não sei onde vai levar. A senha e a palavra-passe estão disponí­veis logo na abertura e os leitores são convidados a fazerem eles o blog. Eu não posto, só comento... eheheh!!!

O Blog Vazio
Não tão vazio assim, mas é preciso descobrir onde estão os conteúdos, se os houver... eheheh!

Assinatura Regional Mwangolé!
Há coisas que só acontecem deste jeito em Angola! Escreva também a sua assinatura regional mwangolê que nós postamos! Uma ideia original de Michel Fio e que tem muito para para progredir.

Há mais aqui nos meus blogues.









Posted by Toke

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts with Thumbnails

O Blogue do Ano

O Blogue do Ano
JC Carranca tenta listar todos os blogues que falam e Angola. Todos?!? Eheheh...

Pensar e Falar Angola

Livros Angola Livros Angola Angola Livros Angola Livros

Rádio AnimAdão

Rádio AnimAdão - As noites de Luanda têm música e um gosto muito especial. Desde que dêm para um pé de dança, as damas fazem a "ventoinha" e os cavalheiros acompanham. Vamos dançar? Este Podcast, onde se ouvem músicas angolananas e não angolanas que tocam nas pistas das discotecas de Luanda, é dedicado a duas das mais famosas discotecas-boîtes de Luanda: o Animatógrafo e a boîte Adão. Sempre a bater, estas duas discotecas atravessaram épocas, algumas bem difíceis, levantando sonhos, ilusões e o astral de muito folião noctívago.



Kuduro de Angola
Batidas do Puro Gueto!



Zumbi Albino - Techno Trance from Angola

Tessalonissenses é um projecto musical nascido em Luanda-Angola, criado por Michel (Weather dos Ácidos) que é o cêrebro atrás da instrumentalização. Junto com Vanuza (Overkill Punk dos Ácidos) que era a vocalista principal, iniciaram o que era assim o "overstate reason" musicalmente, fundindo poemas metafísicos com electro-psicadélico. As primeiras experiências como “A estrada de Enoque”, “As faltas no cemitério” e “A Embaixada Apache U.R.S.S.”, alcançavam um certo extremo radical sonoro, onde tempos diferentes se fundiam para criar um só contratempo. Vanuza deixou os Tessa para cumprir uma jornada activamente mais religiosa, mas até à sua viagem colaborou com os Tessa também na edição do seu segundo projecto “A Cirurgia Vegetariana”, o qual era uma mixagem de rock tribal com techno. “No Caminho da Mutação” outro álbum tessalónico inédito muito mais agressivo, uma mixagen de gótico com techno. Bateria alta e poderosa, por cima dos sintetizadores TSH tocando sequências em longas catedrais, e as vezes até, complementando um baixo jazzístico. O novo projecto nasceu de músicas como “Pássaros Acabam na Panela”, “Technophorum”, e “No Caminho da Mutação” que deram uma influência mais dançante ao novo projecto.

EPM
Electronic Psychedelic Music
"O universo é o oceano das nosas mentes"

"The universe is the ocean of our minds"
A Embaixada Apache U.R.S.S.

"De penas coloridas e missangas penduradas na Embaixada Apache O nosso velho que cavalga nas montanhas dos himaláias com as suas peles enroladas ao pescoço. "U.R.S.S." diz o seu crachá, que foi presente ganho do seu avô general lá no exército da outrora, o nosso índio sempre se orgulhará. A Embaixada Apache U.R.S.S. Sua tribo ao pé do rio quando desagua no mar ao vento vai refrescar-se sempre de manhã. Esporas colombianas e seu cinturão de couro, cabedal desfiado, suas pantalonas. Seu soviético idioma nunca esquecerá na Índia, E pergunta-me, porquê que os heróis só são lembrados no dia da sua morte e não no dia do seu nascimento?! O indiano da Embaixada Apache U.R.S.S."
Poem by Vanuza (blue rose overkill punk)

Muximangola Arquivo

Hora angolana