Escreva o nome de um músico angolano e talvez encontre uma música nos resultados.

Parabéns Micaela Reis!!! 2ª classificada no Miss World












A angolana Micaela Reis classificou-se em segundo lugar no concurso de beleza feminina Miss Mundo que decorreu sábado passado, dia 1 de Dezembro, na ilha de Hainan, situada na parte meridional da China.

Na etapa final da disputa a jovem chinesa de 23 anos de idade, Zhang Zi Lin superou a angolana Micaela Reis, segunda classificada; a mexicana Carolina Morán, ficou em terceiro;

Micaela Reis chegou a Miss Angola depois de ter ganho o concurso que elegeu a mais bela angolana em Portugal. Nos últimos anos, as candidatas angolanas ocupavam já posições prestigiosas quer nos concursos Miss Mundo quer no Miss Universo.

A edição deste ano contou com a participação das 106 mulheres mais belas do planeta e mais de dois biliões de telespectadores acompanharam em directo a transmissão em duzentos países.

O concurso de Miss Mundo deste ano foi dedicado à luta contra a VIH-Sida, cujo Dia Mundial é comemorado a 1 de Dezembro, e antes da decisão final do júri, as 106 participantes cantaram no palco, entre enormes laços vermelhos, uma canção contra a doença.

Coincidindo com o dia mundial do combate ao VIH-Sida, os organizadores convidaram uma filha de Nelson Mandela, devido ao engajamento da respectiva família no combate contra a pandemia.

A imprensa oficial chinesa havia informado que os hotéis receberam a orientação de colocar preservativos em cada quarto em resposta ao aumento assustador de casos de Sida na capital da China.

De 19 anos de idade, Micaela Reis, tem 1,75 metros, e foi eleita Miss Angola 2007, em acto realizado no Cine Atlântico, em Luanda, em Dezembro de 2006.


Micaela Reis, é também embaixadora da Boa Vontade na luta contra o HIV-Sida.

A sucessora de Micaela Reis será conhecida no próximo dia 14 do corrente.

1 comentário:

  1. Há muito que eu já sabia que ela iria longe. Já fiz alguns artigos elogiando-a. Antes mesmo desse sucesso eu já já tinha apostado todas as fichas nela: http://www.club-k.net/XP/modules.php?op=modload&name=News&file=article&sid=5926

    Nós os da diápora estamos felizes. Pra além de representar dignamente o nosso país, também a nós (os da diápora.

    Caro Toke,

    Aproveitando a oportunidade, venho por este meio agradecer-lhe pela contribuição em fornecer-me uma infinidade de endereços de blogs valiosos, que são importantes e estão publicados no blog Hukalilile: http://cangue.blogspot.com/2008/01/blogs-e-noticias-de-angola.html]. Ainda não os inseri todos. Isso será feito aos poucos, devido à escassez do tempo.

    A iniciativa de fazer essa lista surgiu depois que constatei o elevado número de pessoas que me solicita endereços de blogues e de outras instituições angolanas. Agora fica fácil passar um único endereço.


    Por outro lado, acho que chegou o momento de formarmos um movimento de blogueiros angolanistas, como muitos países o fazem. É importante para que todos se conheçam, troquem experiências etc.

    Desejo-lhe sucessos. Ah..Os seus blogs são muito bem trabalhados, atraentes e com muito conteúdo. Parabéns pela dedicação.


    Feliciano Cangue
    www.cangue.blogspot.com

    ResponderEliminar

Related Posts with Thumbnails

O Blogue do Ano

O Blogue do Ano
JC Carranca tenta listar todos os blogues que falam e Angola. Todos?!? Eheheh...

Pensar e Falar Angola

Livros Angola Livros Angola Angola Livros Angola Livros

Rádio AnimAdão

Rádio AnimAdão - As noites de Luanda têm música e um gosto muito especial. Desde que dêm para um pé de dança, as damas fazem a "ventoinha" e os cavalheiros acompanham. Vamos dançar? Este Podcast, onde se ouvem músicas angolananas e não angolanas que tocam nas pistas das discotecas de Luanda, é dedicado a duas das mais famosas discotecas-boîtes de Luanda: o Animatógrafo e a boîte Adão. Sempre a bater, estas duas discotecas atravessaram épocas, algumas bem difíceis, levantando sonhos, ilusões e o astral de muito folião noctívago.



Kuduro de Angola
Batidas do Puro Gueto!



Zumbi Albino - Techno Trance from Angola

Tessalonissenses é um projecto musical nascido em Luanda-Angola, criado por Michel (Weather dos Ácidos) que é o cêrebro atrás da instrumentalização. Junto com Vanuza (Overkill Punk dos Ácidos) que era a vocalista principal, iniciaram o que era assim o "overstate reason" musicalmente, fundindo poemas metafísicos com electro-psicadélico. As primeiras experiências como “A estrada de Enoque”, “As faltas no cemitério” e “A Embaixada Apache U.R.S.S.”, alcançavam um certo extremo radical sonoro, onde tempos diferentes se fundiam para criar um só contratempo. Vanuza deixou os Tessa para cumprir uma jornada activamente mais religiosa, mas até à sua viagem colaborou com os Tessa também na edição do seu segundo projecto “A Cirurgia Vegetariana”, o qual era uma mixagem de rock tribal com techno. “No Caminho da Mutação” outro álbum tessalónico inédito muito mais agressivo, uma mixagen de gótico com techno. Bateria alta e poderosa, por cima dos sintetizadores TSH tocando sequências em longas catedrais, e as vezes até, complementando um baixo jazzístico. O novo projecto nasceu de músicas como “Pássaros Acabam na Panela”, “Technophorum”, e “No Caminho da Mutação” que deram uma influência mais dançante ao novo projecto.

EPM
Electronic Psychedelic Music
"O universo é o oceano das nosas mentes"

"The universe is the ocean of our minds"
A Embaixada Apache U.R.S.S.

"De penas coloridas e missangas penduradas na Embaixada Apache O nosso velho que cavalga nas montanhas dos himaláias com as suas peles enroladas ao pescoço. "U.R.S.S." diz o seu crachá, que foi presente ganho do seu avô general lá no exército da outrora, o nosso índio sempre se orgulhará. A Embaixada Apache U.R.S.S. Sua tribo ao pé do rio quando desagua no mar ao vento vai refrescar-se sempre de manhã. Esporas colombianas e seu cinturão de couro, cabedal desfiado, suas pantalonas. Seu soviético idioma nunca esquecerá na Índia, E pergunta-me, porquê que os heróis só são lembrados no dia da sua morte e não no dia do seu nascimento?! O indiano da Embaixada Apache U.R.S.S."
Poem by Vanuza (blue rose overkill punk)

Muximangola Arquivo

Hora angolana